CLIMA DE VIAGEM

Vale a pena viajar para Montevidéu?

por Redação

Oferecimento

Um país pequeno em território, com ar europeu, facilmente percorrido de carro, com ótimas estradas, cidades acolhedoras e arborizadas, gastronomia de primeira e excelentes vinhos. Parece que estamos falando de alguma nação localizada na Europa, mas a descrição acima refere-se a um vizinho bem conhecido: o Uruguai, pequeno país que faz fronteira com o Brasil ao norte, pelo Rio Grande do Sul, e a oeste com a Argentina, com quem divide a presença do imponente Rio da Prata.

 

Na região sul do Uruguai, às margens do Rio da Prata, está localizada a cidade de Montevidéu, principal porta de entrada do país. Por estar apenas a poucas horas de voo do Brasil, a cidade recebe cada dia mais brasileiros que buscam agitação, cultura ou romantismo.

 

Dizem que é a capital mais auto astral da América do Sul e no verão, quando suas praias de rio ficam cheias e as noites intermináveis, você certamente entenderá o motivo da sua fama. Energia contagiante, festas e pessoas alegres causam entusiasmo aos turistas.

 

 

A cidade é dinâmica e a cada estação possui seus encantos. Seus invernos com temperaturas baixas atraem bastante os românticos e amantes de bons vinhos, como os produzidos com a uva Tannat, a mais comum no país. Já os verões são quentes e úmidos e ótimos para quem busca atividades ao ar livre e badalação.

 

São muitos os atrativos da capital uruguaia, mas devido ao seu tamanho, em pouco tempo você poderá conhecer seus principais pontos turísticos. Em 2 dias inteiros vocês conseguirá ver muita coisa e caso tenha mais tempo disponível, a partir do terceiro ou quarto dia já poderá fazer bate-volta para conhecer lugares próximos como algumas vinícolas.

 

O que fazer em Montevidéu?

Passear pela Cidade Velha é um dos passeios preferidos dos visitantes. Observar a arquitetura das construções, visitar a Porta da Citadela, o Palácio Salvo, edifício mais emblemático da cidade com 105 metros de altura e um dos maiores cartões-postais, e o belo Teatro Solís, que oferece visita guiada.

 

A famosa Avenida 18 de Julio vai desde a Praça da Independência, principal praça de Montevidéu onde encontra-se a estátua do general José Gervasio, até o Obelisco. O Palácio Legislativo com arquitetura neoclássica e os arredores do Jardim Botânico também merecem uma visita.

 

Separe uma manhã para passear pelo belo Parque Rodó, onde há um lindo lago, Museu Nacional de Artes e onde aos domingos ocorre uma feira que vende um pouco de tudo, desde artesanatos locais e roupas, até comidas e temperos. Aos domingos há também outra feira imperdível, a Feira Tristão Navaja, que é bem tradicional e também oferece desde roupas, objetos decorativos e souvenires, até frutas, legumes e refeições.

 

Caminhar pela orla do belo Rio da Prata é um passeio bem agradável, principalmente nos dias bonitos, mas prepare-se: ao todo são 20 quilômetros de orla! Você provavelmente não fará tudo, mas certamente se encantará com o visual do rio que de tão largo mais parece mar, pois só se vê horizonte.

 

Uma boa maneira de conhecer todos os principais pontos turísticos, é pegar Bus Turístico, onde é possível percorrer toda a cidade, descendo e subindo em determinados pontos, sempre com o mapa na mão. São 10 paradas e antes de chegar a cada uma recebemos informações pelo áudio do ônibus. É notável como a cidade é bem arborizada, com trânsito bem organizado e gentil. Nas estações há os horários que o ônibus passa em cada ponto, então só precisamos ficar atentos a eles, pois há espaços de 1 hora ou mais dependendo do dia. Cada estação tem seus atrativos. Você conhecerá praias, interessantes museus, bairros históricos, clubes de tango, shoppings, parques e muito mais. Juntando o ônibus com uma caminhada nas paradas você certamente verá o melhor que Montevidéu tem a oferecer aos seus visitantes.

 

LEIA MAIS

 

Fonte: Falando de Viagem

 

DESTINOS TURÍSTICOS NO BRASIL