CLIMA DE VIAGEM

publicidade

Dicas essenciais para a sua primeira viagem a Tailândia

por Redação

Oferecimento

A Tailândia se tornou um dos maiores destinos turísticos do mundo e é fácil saber o porquê. O país alia paisagens belíssimas à religiosidade profunda e oferece uma atmosfera completamente diferente de tudo o que você já viu antes.

É por essas e outras razões que o Hotel Urbano separou algumas dicas essenciais para a sua primeira viagem a Tailândia. Assim você fica sabendo como aproveitar o máximo da sua estadia nesse paraíso do sudeste asiático. Confira:

 

O que é preciso para embarcar?

Os brasileiros são dispensados do visto para visitar a Tailândia, mas devem apresentar o passaporte com no mínimo 6 meses de validade. Além disso, é preciso tomar a vacina da febre amarela até 10 dias antes da data de embarque da sua viagem para a Ásia e tirar o Certificado Internacional de Vacinação.


Quando ir?

Faz muito calor na Tailândia, especialmente em abril. Para fugir das temperaturas extremamente altas, opte por visitar o país durante a temporada de inverno, que vai de novembro a fevereiro e é a melhor época para seguir rumo ao sudeste asiático. Evite viajar entre julho e outubro. Durante esse período, as chuvas tomam conta da região e acabam estragando os planos de quem deseja conhecer as belas ilhas tailandesas.


O que visitar?

Quem está planejando a sua primeira viagem para a Tailândia não pode deixar de conhecer os seguintes locais:


Bangkok
– Porta de entrada para o sudeste asiático, a capital tailandesa é rica em construções sagradas e possui uma vida noturna vibrante. O templo mais famoso do local é o Wat Pho, que abriga a imponente escultura do Buda Reclinado. A cidade ainda reserva atrativos como o Grand Palace, o Mercado Flutuante e a Chinatown.

 

Chiang Mai – Com o título de capital espiritual, Chiang Mai esconde mais de 300 templos e oferece passeios incríveis com elefantes no Elephant Nature Park. A cidade é a segunda maior da Tailândia e ganhou fama pelos seus mercados de rua. Destaque para o Sunday Market, que é considerado o melhor da região.

Koh Phi Phi – Principal cartão-postal da Tailândia, o arquipélago reserva uma série de ilhas paradisíacas rodeadas por paredões rochosos. As mais concorridas são Phi Phi Don e Koh Phi Phi Leh. A primeira é a maior e conta com hotéis, bares, restaurantes, lojas e centros de mergulhos. A segunda não possui nenhuma construção, apenas o belo cenário da famosa praia de Maya Bay.  

 

Ayutthaya – A primeira capital da Tailândia é parada obrigatória até para quem não é fã de história. A cidade ficou famosa por suas ruínas e preserva templos como o Wat Mahathat, que é conhecido por abrigar a cabeça do Buda entre as raízes de uma árvore.


Atenção: A Tailândia é uma terra de tradições e costumes milenares. A maior parte dos nativos são budistas e, apesar do calor intenso, costumam usar roupas longas. Para entrar nos templos, o ideal é que os turistas usem calça comprida e blusas com manga em respeito à religião. Além dos ombros e pernas cobertas, é preciso tirar os sapatos para visitar os locais sagrados.


Como se locomover?

Quando o idioma local é complicado e o trânsito é todo invertido, alugar um carro está longe de ser a melhor opção. Na Tailândia, se dirige na mão inglesa e o trânsito pode ser caótico, especialmente em Bangkok. Ao visitar a capital, a dica é utilizar o metrô de superfície (Skytrain) ou os barcos para escapar do congestionamento.

Em longas distâncias, as companhias aéreas Low Cost Air Asia e a Nok Air podem ser ótimas alternativas. Elas vendem passagens econômicas para voos internos, mas costumam permitir apenas bagagens pequenas.

Quando as cidades forem mais próximas, o ideal é se deslocar de ônibus ou trem. Em caminhos menores, o taxi é uma boa pedida. Mas lembre-se de negociar um preço antes de subir no veículo ou pedir para que o motorista ligue o taxímetro. O mesmo vale para os tradicionais passeios de tuk tuk.


Quanto custa?

Uma pergunta que sempre fazem é quanto custa viajar para a Tailândia. A passagem de avião não sai tão em conta, mas comprando com antecedência é possível conseguir bons descontos. Apesar das despesas com o aéreo, a Tailândia é um destino que cabe no bolso. O país é barato por natureza e o câmbio ajuda a diminuir ainda mais os custos. Um real equivale a aproximadamente doze baths (moeda tailandesa). O preço de um prato de comida, por exemplo, varia de 5 a 25 reais e meia hora de massagem tailandesa custa apenas 15 reais! 

 

FASES DA LUA

  • Minguante
    20/03
  • Nova
    27/03
  • Crescente
    05/03
  • Cheia
    12/03

ESTAÇÕES DO ANO

  • Outono
    20/03
  • Inverno
    21/06
  • Primavera
    22/09
  • Verão
    21/12