CLIMA DE VIAGEM

Por que viajar é o teste para qualquer relacionamento?

por Redação

Oferecimento

Viajar acompanhado é sempre uma boa ideia, você com certeza vai aprender muito além do destino que escolheu: vai aprender sobre relacionamentos!

Já li pesquisas que mostram claramente que as pessoas que viajam com frequência são mais felizes que aqueles não o fazem. Podemos estender a mesma lógica a casais ou amigos que viajam juntos?

Viagens, assim como relacionamentos, são caminhos irregulares; têm dias de plena satisfação e dias que você desejava não ter saído de casa, e se você souber superar os momentos de incômodo e aproveitar ao máximo os momentos de felicidade, tem grandes chances de se dar bem em ambos sempre!


Há quem diga, e não são poucas pessoas, que para testar seu relacionamento basta fazer uma viagem juntos. Se você quer testar seus gostos e quão "parceiro" é seu par, faça isso para se conhecerem melhor.

 

Para começar a escolha do lugar geralmente é feita junto! Vai ser muito difícil você embarcar contrariado para um destino que não gosta ou sobrepor sua vontade para levar alguém para um lugar que não deseja ir.

Os detalhes da viagem podem até ser pensados juntos, mas é possível que um dos dois tenha mais habilidade com as reservas das passagens, hotéis e passeios, ou seja, acaba sendo uma tarefa individual. Isso implica em riscos de insatisfação de parte a parte!

 

Listamos algumas dicas para viajar juntos que vão ajudar você a aproveitar o máximo com a sua companhia:

Comunicação clara

Quando você gasta horas com alguém durante o seu dia, é necessário muita comunicação, e que ela seja a mais clara possível!

É (quase) impossível saber se quem está ao seu lado está com fome, sede, cansado de andar, se você não conversar claramente com quem está com você.

Há pessoas que andam horas ou passam horas sem comer nada quando estão viajando, algumas vezes o dia todo, sem queixar-se e nem perceber que estão cansadas, motivadas pelo fato de estarem em um lugar novo e com muitas novidades diferentes do seu dia-a-dia, portanto, fale e escute muito durante a viagem!


Esteja aberto para uma pausa e uma conversa mais demorada (mas não muito!)

Desentendimentos acontecem em relacionamentos, até com uma frequência maior quando se passa 24 horas do dia com alguém. Lembre-se que nos dias "normais" você passa, muitas vezes, mais horas com pessoas do trabalho do que com seu namorado/a, marido e esposa e amigos.

Talvez uma "DR" no meio da viagem seja necessária, esteja pronto pra isso! Nada que justifique perder muito tempo na viagem, mas use o tempo necessário para não comprometê-la e lembre-se: use o tempo a seu favor, afinal ele é escasso. Mas não ignore pequenos problemas mal resolvidos para não atrapalhar a viagem toda.

 

Supere rapidamente os baixos e aproveite ao máximo as novidades agradáveis

Se você for para uma viagem imaginando que tudo será perfeito, tem grandes chances de se decepcionar, embora admita que a expectativa sempre é grande!

Talvez, você ou seu par, faça escolhas erradas (poderia dar muitos exemplos, desde a poltrona do avião, a localização do hotel, o passeio ou espetáculo escolhido) porém a habilidade de contornar a situação rapidamente vai ser fundamental para que os bons momentos superam aqueles não tão agradáveis.

Observe atentamente aos hábitos do seu parceiro

Apesar de a viagem ser um momento único, relaxante e que muitas vezes nos deixam desatentos ao que se passa ao redor, procure observar os hábitos do seu acompanhante.

Um exemplo claro é o comportamento de consumo (é isso mesmo, mulheres! Homens, cuidado!). Essa é uma chance muito boa de você descobrir isso, e se você percebe que o comportamento de consumo é muito diferente do seu, vale uma conversa.

Não tenha medo de falar se prefere gastar menos ou dedicar mais tempo à outra atração que ainda não visitaram. É nessa hora que se vêem os detalhes do comportamento das pessoas, e isso vai muito além das compras.


Escolhas

Os opostos se atraem, mas é bem possível que vocês tenham gostos semelhantes em muitas escolhas. Se isso for uma verdade, ótimo! Se não for, alguém vai ter que ceder!

Se você fizer tudo que seu acompanhante quer apenas para agradá-lo corre o risco de não gostar de nada e se arrepender de não ter dito não para uma ou outra escolha que teria feito diferente.

A comunicação mais uma vez é fundamental para alinhar os interesses das partes e manter o equilíbrio!


Ajustes e Limites

Dedicar todo esse tempo junto com certeza será uma grande experiência para conhecer melhor quem está com você. Existem pessoas que precisam de tempo sozinhas, mesmo em meio à viagem mais romântica.

Se essa for uma realidade para você, em algum momento talvez você indique para seu par conhecer um museu enquanto você dá aquela "olhadinha" na vitrine de um shopping (ou vice-versa).

Os ajustes e limites são essenciais para que a viagem seja bem sucedida também!


A dica final é #viaje. De preferência acompanhado. A experiência é tão rica que você vai repetir várias vezes e, se o relacionamento "passar no teste", a cumplicidade só vai aumentar.











DESTINOS TURÍSTICOS NO BRASIL