Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter

CLIMA DE VIAGEM

publicidade

Top destinos para os apaixonados por astronomia

por Redação

Quando você pensa em destinos turísticos, o que vem a sua mente?

Praias, montanhas, campos e desertos? Você já considerou que, em todos eles, existe um elemento que pode ser tão atrativo quanto esses? Estamos falando do céu! Se na luz do dia ele já é um encanto, durante a noite complementa os cenários paradisíacos como ninguém. Confira alguns dos melhores destinos para os apaixonados, e para quem quer se apaixonar, pela astronomia.

 

Os melhores pontos para observação são os localizados a mais de 50 quilômetros dos grandes centros urbanos, longe da interferência de luzes artificiais. As cidades também precisam ser distantes do litoral e ter baixa umidade. Por conta da altitude, em muitos locais é possível ter uma experiência ainda mais especial, como é o caso do Deserto do Atacama, no Chile. O lugar ganhou vários observatórios. Um dos mais famosos é o hotel Elqui Domos, onde é possível admirar a beleza do céu, sem sair do quarto. Uma dica de viagem é se atentar as temperaturas da região. Por conta da altitude, elas podem variar até 20°C entre o começo do dia e o da noite.


Ainda na América do Sul, o Brasil também oferece algumas boas opções para as viagens astronômicas. Em Brazópolis (MG) está o maior telescópio em solo brasileiro, instalado no Observatório Pico dos Dias, operado pelo Laboratório Nacional de Astrofísica. Já em Itabira (MG), além de diversas belezas naturais, há também boas áreas para observar os astros. Na cidade, a temperatura média anual é de 21,7°C, com invernos secos e amenos, e verões chuvosos, com temperaturas elevadas.


Na América do Norte, Estados Unidos e Canadá oferecem paraísos para observação do céu. Em Utah (EUA) é possível encontrar diversos acampamentos para quem quer admirar as estrelas. A área de Neon Canyon é o melhor destino para os aventureiros. No geral, a temperatura média da região é menor do que 0°C durante o inverno e pode facilmente bater a casa dos 40°C no verão, por conta do clima desértico. Mas não se engane, pois é nessa época do ano que as temperaturas mais variam, chegando a mínimas abaixo dos 10°C.


 

A montanha Aoraki Mackenzie, na Nova Zelândia, é um lugar mais que perfeito para ficar bem perto das estrelas. É lá que está a primeira Dark Sky Reserve, entidade responsável por avaliar as condições necessárias para observações astronômicas do Hemisfério Sul e que atrai viajantes interessados na ótima visibilidade que proporciona em dias de céu limpo.


Quem preferir um destino ainda mais inusitado pode escolher a Namíbia. Na Reserva Natural NamibRand está a segunda Dark Sky Reserve do hemisfério, graças às condições que o local oferece para observar o céu: baixa nebulosidade, pouca poluição luminosa e tempo seco.

PACOTES DE VIAGEM